Categorias

Condições

como encomendar: use o carrinho de compras / inscreva-se como utilizador da loja / envio à cobrança (mais 5 euros) / transferência bancária para o EBAN PT 50 0035 0216 00053613431 53 (swift/bic CGDIPTPL) / Paypal. Só aceitamos encomendas iguais ou superiores a €5, portes de envio incluídos para Portugal.
how to buy: use the shopping cart / subscrive to the shop service / use Paypal. We take orders superior to €15. FREE post for EU countries - REST OF THE WORLD: add 2€ for each article ordered

 

THISCOvery CCChannel arrow -02: Bestiário Ilustríssimo (2ª ed.)
-02: Bestiário Ilustríssimo (1ª ed.)-03: "a" maiúsculo com círculo à volta

-02: Bestiário Ilustríssimo (2ª ed.)

€0,00 (Incluindo 0 % IVA)
livro sobre música e multimédia de Rui Eduardo Paes

Mesmo conteúdo ... Nova capa ... Mais ilustrações em relação à primeira edição

268p. p/b 22x16cm, capa a cores, Julho 2014

com prefácio de Marco Santos, ilustrações de Joana Pires e design de Ecletricks

ISBN: 978-989-8363-12-1 ISBN e-book: 978-989-8363-13-8

Bestiário Ilustríssimo é uma nova colectânea de textos sobre música de Rui Eduardo Paes: O melhor jornalista de música em Portugal. Um musicólogo reconhecido entre alguns músicos portugueses e virtualmente desconhecido do grande público. É fiel à sua integridade, porque só escreve sobre música que considera merecedora de atenção: por a considerar esteticamente bela, mas também porque a sua imensa cultura musical lhe permite adivinhar e percorrer novos caminhos no preciso momento em que estão a ser trilhados pelos músicos. Contudo, nada tem de elitista.

Entre os vários músicos referidos nos 50 textos que compõem este livro vamos encontrar Elliott Sharp. Merzbow, Mão Morta, RED Trio, Carlos "Zíngaro", Sei Miguel, Rafael Toral, Charlotte Moorman, Ahmed Abdullah, Aki Onda, Steve Lehman, Thisco, Nate Wooley, Genesis P. Orridge, Metthew Herbert, Nobuyasu Furuya,... entre várias outras referências que passam pelo multi-media, artes plásticas e banda desenhada.

 4 estrelas em 5 no Público
Nascidos não com o propósito de terem forma de livro, os textos que compõem "Ilustríssimo Bestiário" partilham aquela partícula de coerência e complementaridade que o incessante virar de páginas tão bem faz evidenciar. Escritos em Marte, como Marco Santos afirma no prefácio, estes 50 textos têm de facto origens (artigos, folhas de sala de concertos, notas de discos) e temáticas dispersas (apesar da música ser obviamente o centro gravitacional), mas a cola cósmica que os une, sob a forma de metáforas, analogias e uma forma muito peculiar de pensar a música - buscando sinestesia na arte e reflectindo as plurais utilizações da tecnologia (...). Os nomes que pululam nesta obra vêm de diversos meios - artes plásticas, literatura, banda desenhada,... - e, entre outros, contam-se Genesis P. Orridge, Matthew Herbert, John Cage, Marguerite Duras, Archie  Shepp, Miles Davies ou Zeca Afonso, tendo alguns deles ganho vida também através do traço de Joana Pires, complemento e espécie de concretização visual do universo rendilhado, denso e imagético de Paes in Flur 
os temas e os textos surgem de forma clara e fluída, apenas não percorrem os caminhos trilhados habitualmente, mas é precisamente por isso que são fundamentais, pois iluminam com uma nova luz coisas que nos passariam despercebidas ou que apenas intuiríamos. Em suma, um livro indispensável para todos aqueles que procuram uma escrita apaixonada sobre a música mais desafiante dos nossos sentidos. in Under Review

L'oeuvre de Rui E. Paes est une encyclopédie à entrées multiples. Le pacte de lecture qui nous est proposé semble être la volonté de démasquer le discours officiel sur l'art(s). Dans un pays qui vient d'abolir "Le Ministère de la Culture", la lutte contre la peste noire (ou fascisme/ dictature) ne peut passer par le repli sur soi. Le mérite et le courage de l'auteur c'est d'avoir mis son savoir et ses idées au service de la compréhension du monde qui nous entoure. Autrement dit, en autorisant un regard critique sur le début du XXI siècle. in Cosméticas 
Todos estos artistas, grupos, etc. no vienen adornados en una abultada y anodina lista de datos biográficos ni una recomendada selección de sus mejores discografías (“Este es un libro con personas dentro”). Al contrario, la excelente información obtenida en Bestiário Ilustrissimo a partir de la documentación y enfoque ensayista de REP, le da un valor personal y erudito al autor; y acertado y ameno a su obra, fundamental para la lectura del libro y conocimiento de estas músicas minoritarias.
in Oro Molido

Disponibilidade

Produto de momento não disponivel.


Pesquisar

Cesto

O seu carrinho de compras encontra-se de momento vazio.