Categorias

Condições

como encomendar: use o carrinho de compras / inscreva-se como utilizador da loja / envio à cobrança (mais 5 euros) / transferência bancária para o EBAN PT 50 0035 0216 00053613431 53 (swift/bic CGDIPTPL) / Paypal. Só aceitamos encomendas iguais ou superiores a €5, portes de envio incluídos para Portugal.
how to buy: use the shopping cart / subscrive to the shop service / use Paypal. We take orders superior to €15. FREE post for EU countries - REST OF THE WORLD: add 2€ for each article ordered

 

MMMNNNRRRG arrow Inferno
HarvestedJá não há maçãs no Paraíso

Inferno

€15,00 (Incluindo 0 % IVA)

A Divina Comédia de Dante Alighieri (1265–1321) é daqueles livros que toda a gente já ouviu falar mas terão sido poucos os que realmente o leram.
 
O Inferno tem nove círculos nos quais as almas dos condenados são punidas de forma burocrática. Entre elas vamos encontrar alguns dos inimigos de Dante – entre muitas coisas, esta obra também é uma sátira política. Dante viu o nascimento do Capitalismo tal como o conhecemos e criticou os novos ricos do seu tempo.
 
Quando Marcel Ruijters trabalhava neste livro, havia cada vez mais conversas nos media sobre a morte do capitalismo. A edição original holandesa saiu meses antes da queda dos mercados de 2008.
 
Esta adaptação que é feita num estilo de “gozo medieval” é a forma que Ruijters encontrou de criar interesse pelo texto original.

 
|
|
___
|

 
120p. p/b, capa 3 cores, 165x230mm -- 500 exemplares impressos em Dezembro 2012
tradução: Ondina Pires -- arranjo gráfico: Joana Pires

Feedback: Inferno é o melhor trabalho de Marcel Ruijters, um dos livros mais hilariantes nos tempos recentes. A versão de Ruijters do La Divina Commedia de Dante é uma pastiche grotesca com belos desenhos (…) cheia de trocadilhos visuais à Tex Avery, que deixa os leitores em risinhos. Relatório do Júri VPRO para melhor BD holandesa de 2008 Inferno é cheio de horror e humor. As surpresas e piadas aparecem sobretudo nos detalhes dos seus robustos desenhos. De Groene Amsterdammer [jornal holandês] Quando se compara com a arte, obrigatóriamente romântica, de Doré, os desenhos de Ruijters são fixes e excitantes. Ele alterou uma obra clássica com aprazível malícia. Elsevier Weekblad [jornal holandês]

Disponibilidade

Em Inventário: 248

:


Pesquisar

Cesto

O seu carrinho de compras encontra-se de momento vazio.