No pictures in gallery
bio
André Pereira [desde 2013]

Não nasceu na Figueira da Foz, mas foi lá que viveu desde sempre; só bazou para Lisboa aos 18 anos para estudar Arquitectura. Foi por esta altura que começou a fazer umas BDs para o concurso do FIBDA, onde ainda ganhou uns trocos.

Em 2012, com o curso terminado e trabalhando já no seu primeiro emprego precário, auto-publicou o zine Enjoo de Invocação, no qual colaborou com Astromanta. Foi ainda no final desse ano que fundou, juntamente com mais três amigos, o selo editorial Clube do Inferno. Traduziu e legendou o Megg, Mogg e Mocho (MMMNNNRRRG, 2015) de Simon Hanselmann. 
 
Desde então já desenhou mais uns quantos zines sozinho e participou noutros tantos em colaboração, integrando várias antologias de BD nacionais e estrangeiras. Entre essas, contam-se o QCDA#1000 e o QCDI #3000, ambas lançado pela Chili Com Carne.

Para breve irá participar na antologia All Watched Over by Machines of Loving Grace - vencedor do concurso "Toma lá 500 paus e faz uma BD!" de 2019.

andre_pereira.jpg

Bibliografia:
 Enjoo de Invocação Re-Up (Clube do Inferno, 2012); Inner Math/ Megafauna (Clube do Inferno, 2012); 9:2:5 (Clube do Inferno, 2013); Super Pig: O Impaciente Inglês (c/ Mário Freitas, Kingpin; 2013); Safe Place (c/ Paula Almeida, Kingpin; 2014), Madoka Machina (6 vol, Polvo; 2015-18) Colectivos: QCDA#1000 (Chili Com Carne, 2014), QCDI #3000 (Chili Com Carne; 2015), All Watched Over by Machines of Loving Grace (Chili Com Carne; no prelo)

Web: instagram.com/andre_dos_madokas